Amazônia & Cia Biojóias

Sementes Amazônicas

Nossas sementes tem história

 

Geralmente, elas compõe um longo processo de usos diversos até que a semente em si, seja utilizada na biojóia.

 

A semente de caranã , por exemplo, é fruto do  caranazeiro - uma palmeira nativa da Amazônia, muito encontrada nos igapós, margens de rios e igarapés, locais característicos por seus olhos d’água e por servirem de refúgio para a fauna silvestre.

 

***

 É comum para nós e esteve sempre associada a alimentação, a fabricação de casas e outras pequenas edificações. Mas também a artefatos artesanais diversos – e finalmente, biojóias.

***

Na Amazônia,  tem grande importância fundamental  na manutenção das fontes d'água naturais da terra firme, podendo conservar os locais alagados, com água saudável e permanente.

***

É uma planta multicaule, crescendo em touceiras, sendo que a árvore  atinge até 20 m de altura e 30 cm de diâmetro.

***

 O estirpe do caranãzeiro apresenta muitos acúleos cônicos (espinhos). Estes espinhos rígidos medem de 2 a 3 cm, ficam na posição vertical e são bem agressivos.

***

As folhas desta palmeira são orbiculares, incompletamente divididas e provida de espinhos pontiagudos em suas margens.

***

 

As inflorescências são interfoliares e dioicas, com flores amareladas separadas em árvores femininas ou masculinas.

 

***

Os frutos que são drupas elipsoide, medem aproximadamente de 3 x 2 cm, estão  cobertos por escamas córneas marrons e tornam-se avermelhados quando maduros. Formam cachos robustos e grandes. Sua polpa é oleosa e de cor alaranjada, a qual envolve uma única semente branca muito dura.

***

 A propagação do caranazeiro é feita por sementes, cuja germinação pode demorar até um ano.

***

Os caranazeiros femininos produzem de  2 a 5 cachos por ano, sendo que cada um pode pesar até 10 quilos.

 

Ao ficarem maduros, os frutos caem no solo inundado, por isso  colhemos os cachos da árvore, ainda não completamente maduros, e os penduram em casa até o amadurecimento.

***

Para serem processados  e consumidos os frutos são amolecidos em água quente – tal como o açaí. Isso por cerca de 1 hora e só então a casca é retirada e a polpa raspada do caroço. Também pode-se enterrar os cachos coberto por folhas durante 3 dias para apurar o gosto e amaciar e facilitar a retirada da polpa.

 

  As folhas do caranazeiro servem para cobertura de casas e fabricação de  muitos tipos de peças artesanais.

***

 A polpa do fruto  pode ser transformada em doce ou depois de fermentada e aquecida. Ela é utilizada no preparo do "vinho", degustado com açúcar e farinha d’água ou de tapioca.

 

ARECACEAE - Mauritiella armata

 

CARANÁ – CARANAZEIRO - BURITIRANA – BURITI MIRIM - XIRIRI

 

 

Continuar
Idiomas
English
Login
E-Mail:

Senha:


Esqueci minha senha
Cadastrar
Ainda não foi feito nenhum comentário
Moedas
Assinar Newsletter
Digite seu email:
Redes Sociais
Facebook  Twitter  Instagram  YouTube  Google+  Pinterest